Home / Empresas / Turismo / Para onde vão os portugueses de férias? “Itália e Sudoeste Asiático” – Tiago Encarnação
Tiago Encarnação, Lusanova
Tiago Encarnação, diretor operacional da Lusanova (Fonte Divulgação)

Para onde vão os portugueses de férias? “Itália e Sudoeste Asiático” – Tiago Encarnação

Por: Ana Vieira

Os portugueses continuam a escolher Itália, em curta distância, e o Sudoeste Asiático, em longa distância, para usufruir das esperadas férias de verão 2024, de acordo com o operador turístico português Lusanova.

Em declarações à PME Magazine, Tiago Encarnação, diretor operacional da Lusanova, explica que para o verão de 2024, Itália continua a ser um dos destinos preferidos. Ainda na Europa, França, Benelux e Alemanha são também procurados, explica o diretor operacional. 

Para destinos de longa distância, o Sudeste Asiático reconquistou a preferência dos portugueses para férias, devido “às paisagens exóticas, cultura rica e hospitalidade desta região”. Acresce ainda a apção Índia, “atraindo turistas com a sua diversidade cultural, histórica”. No continente americano, Brasil e Argentina sobressaem como escolhas populares.

Em território nacional, os Açores e a Madeira são os destinos de férias mais procurados.

Quanto ao orçamento médio previsto, Tiago Encarnação explica que os preços das viagens variam sempre consoante os serviços incluídos. “Uma vez que a maioria dos nossos pacotes incluem, além do voo, circuitos em autocarro, hotéis, diversos serviços adicionais como transferes, entradas em monumentos, guias locais ou guias acompanhantes durante o circuito, e algumas refeições que podem ser em regime de meia pensão ou pensão completa”, a Lusanova disponibiliza uma “oferta de preços para todos os bolsos, que vão desde os 280 euros até aos 5000 euros por pessoa, dependendo do destino e do tipo de produto escolhido”.

E para quem procura um destino mais exótico, Tiago Encarnação, diretor operacional da Lusanova, sugere um circuito de 18 dias pelo Sudeste Asiático que abrange três países: Laos, Vietname e Camboja.

“Os viajantes podem desfrutar do exotismo da cultura e história asiáticas, explorando as principais atrações destes destinos. A viagem começa no Laos, com uma visita a Luang Prabang, incluindo um cruzeiro no Delta do Mekong até às grutas Pak Ou, onde se encontram mais de 5000 imagens sagradas de Buda. Na região, visitam-se o Palácio Real, Wat Mai e Wat Sensoukarahm, assim como o monte Phousi, as cascatas Kuang Si e o Santuário dos Ursos. Depois, segue-se para Hanói, no Vietname, onde se encontra o mausoléu e a Casa de Ho Chi Minh, entre outros templos orientais. O circuito contempla também um cruzeiro em Halong Bay, Património da UNESCO, e visitas às cidades pitorescas de Hoi Na e Hue. Em Ho Chi Minh (antiga Saigão), tem-se a oportunidade de visitar os túneis de Cu Chi, uma rede construída pelos Viet Cong durante as guerras contra os franceses e americanos. Dali parte-se para um passeio num barco tradicional pelo Delta do Mekong na região de Bem Tren, conhecida como ‘a tijela de arroz do Vietname´. Já em Siem Reap, capital do Camboja, visita-se o também Património da UNESCO Angkor Wat, obra-prima da arquitetura do império Khmer, mas também o templo da montanha, Pre Rup. O percurso contempla ainda navegação pelo Lago Tonle Sap, a maior reserva de água doce do sudeste asiático, até à aldeia flutuante Chong Kneas, e visita aos principais templos do complexo se Roulos”.

O circuito está disponível a partir dos 3.660€.