Home / MERCADO / Economia / Greve da IP parou 40 dos 68 comboios programados até às 6h
Greve Infraestruturas de Portugal CP comboios
Está previsto apenas 25% da oferta regular de comboios, graças à greve da IP (Foto: Unsplash)

Greve da IP parou 40 dos 68 comboios programados até às 6h

Os trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) iniciaram esta noite, às 00h00, uma greve para reivindicar o aumento dos salários e o cumprimento do acordo de trabalho.

Segundo o balanço feito pela CP às 07h02, estiveram parados cerca de 40 comboios dos 68 comboios programados. Júlio Marques, da Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária, contactado pela agência Lusa, garantiu que para o dia de hoje está prevista a realização de apenas 25% da oferta da CP e da Fertagus: “o facto de termos de garantir a circulação de 25% da oferta regular de comboios, obriga a que quase todos os postos tenham de estar garantidos. A greve vai notar-se pelo número de comboios suprimidos”.

Os trabalhadores reivindicam o aumento salarial, contratação de trabalhadores, cumprimento integral do clausulado no acordo coletivo de trabalho, a atualização do valor atribuído ao subsídio de refeição, integração do abono de irregularidade de horário e a atribuição de concessões de viagem no operador de transportes CP a todos os trabalhadores da IP e participantes.

Para além disso, os colaboradores queixam-se de falta de produtos de limpeza e higiene para garantir condições de segurança no local de trabalho.

Relativamente aos bilhetes para viagens nos comboios Alfa Pendular, Intercidade, Internacional, Inter-Regional e Regional, os clientes podem pedir o reembolso do valor total do bilhete ou a sua revalidação sem custos.