Home / CARREIRAS / Mulheres têm de trabalhar mais 52 dias para ganhar o mesmo que os homens
mulheres com cargos de direção hays desigualdades salariais pme magazine
(Foto: Divulgação)

Mulheres têm de trabalhar mais 52 dias para ganhar o mesmo que os homens

Assinala-se, esta terça-feira, 10 de novembro, o Dia Nacional da Igualdade Salarial, data simbólica que corresponde ao número de dias de trabalho remunerado que as mulheres perdem para os homens até ao final do ano. Neste dia, a Presidência do Conselho de Ministros lembra que as mulheres têm de trabalhar 52 dias a mais para ganhar o mesmo do que os homens.

“É preciso continuar a lutar para que as mulheres não tenham de trabalhar mais 52 dias para ganhar o mesmo que os homens”, refere a Presidência do Conselho de Ministros, na rede social Twitter.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a desigualdade salarial é um problema “persistente e universal” e desde a sua entrada no mercado de trabalho “estas têm tido, em geral, uma remuneração mais baixa do que os homens”.