Home / Destaques / Têxteis-lar portugueses conquistam o mundo com a Apertex
Apertex
Apertex, fábrica portuguesa de têxteis-lar (Foto: Divulgação)

Têxteis-lar portugueses conquistam o mundo com a Apertex

Por: Ana Rita Justo 

Um pouco por todo o mundo, a Apertex vai deixando a marca made in Portugal associada aos têxteis-lar com uma qualidade que já é reconhecida. A empresa quase centenária nasceu em Guimarães e quer continuar no percurso de internacionalização, agora com cautelas devido à guerra e à crise energética.

É em Guimarães que encontramos a Apertex, fábrica portuguesa de têxteis-lar que nasceu em 1928 pelas mãos de Francisco Ribeiro e que, hoje, prossegue o seu legado com o neto, Fernando Pereira, na direção-geral. Inicialmente criada para dar resposta às necessidades locais, a Apertex foi crescendo e, atualmente, exporta para todo o mundo.

Cerca de 90% da produção da fábrica portuguesa segue caminhos fora de Portugal, contando com um total de 60 colaboradores que vão vida aos têxteis jaquard, que vão desde os produtos de cama e decoração, mesa, banho e têxteis para hotelaria. O algodão e o linho são as matérias-primas de eleição, mas foi com a seda que a Apertex começou a sua operação, fabricando essencialmente colchas.

Hoje, a fábrica tem capacidade para produzir cerca de 20 mil colchas por mês e aponta aos mercados internacionais, onde a alta gama têxtil é reconhecida, nomeadamente Estados Unidos e Canadá, para onde segue 35% da produção, seguindo-se o mercado espanhol como o segundo mais relevante, com 30% da produção.

Assine a PME Magazine em papel para ler o artigo na íntegra ou subscreva a edição digital aqui.