Home / Tecnologia / ECONOMIA / Academia de Código chega a Cabo Verde e Brasil
joão magalhães academia de código
João Magalhães, CEO da Academia de Código (Foto: Divulgação)

Academia de Código chega a Cabo Verde e Brasil

A Academia de Código, startup de impacto social portuguesa que forma pessoas em programação para tirá-las do desemprego, formalizou uma parceria com o “Cabo Verde Digital”, iniciativa do governo cabo-verdiano para a economia digital. Ainda este mês, a Code for All, denominação da startup portuguesa nos projetos internacionais, inicia também a sua atividade no Brasil.

Para dar início à atividade no Brasil, a Code for All e a ITrends, plataforma de conteúdo e educação sobre tecnologia com mais de 20 milhões de utilizadores, irão realizar um bootcamp gratuito no primeiro semestre de 2020, no novo campus da Academia de Código em São Paulo.

Já em Cabo Verde, a expansão acontece por via de uma parceria com a Cabo Verde Digital e vai chamar-se Code for All Cabo Verde. O objetivo, refere a startup em comunicado, é a “realização de bootcamps intensivos de programação com vista ao fomento da inovação, emprego, educação e – consequentemente – o desenvolvimento global de um país que revela um potencial competitivo no que toca a posicionar-se na charneira da inovação digital em África.

O novo campus da Academia de Código ficará na Cidade da Praia, ilha de Santiago, estando o primeiro bootcamp previsto para o primeiro semestre de 2020.

A Academia de Código conta com seis campus em Portugal, nomeadamente em Lisboa, Fundão, ilha Terceira, Porto e Aveiro e uma pós-graduação no ISCTE, aos quais se juntam os campus de Utrecht, na Holanda e os novos campus na Cidade da Praia e São Paulo.

Para 2020, está prevista a abertura de um novo campus em território nacional e outros dois no estrangeiro. Com isto, a Academia de Código espera formar 600 programadores em 2020.