Home / MERCADO / Economia / AHRESP defende reabertura dos bares e discotecas
Bares e discotecas AHRESP setor da hotelaria e restauração espaços de animação noturna
Trabalhadores de bares e discotecas pedem reabertura do setor (Foto: Unsplash)

AHRESP defende reabertura dos bares e discotecas

De acordo com o último Boletim Diário da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), o setor pede que sejam criadas medidas específicas para que os estabelecimentos de animação noturna – bares e discotecas – possam reabrir o mais cedo possível.

O setor da hotelaria e restauração foi dos que mais sofreu com as restrições para combater a pandemia da covid-19. Há mais de um ano parados e sem perspetivas de reabertura, os trabalhadores dos espaços de animação noturna – bares e discotecas – pedem que sejam criadas e estabelecidas medidas de segurança e saúde para funcionários e clientes.

Segundo o Boletim, os trabalhadores e empresas do setor pedem que “com a diminuição dos riscos associados à doença covid-19 e a evolução do plano de vacinação, é imperativo a retoma desta atividade”.

Consequentemente, a AHRESP “insiste na necessidade urgente de se aplicar a taxa reduzida de IVA a toda a atividade de restauração e bebidas como forma de garantir liquidez para a sobrevivência das empresas e a manutenção dos postos de trabalho”, como se lê em comunicado.

Adicionalmente, o Boletim da AHRESP defende a publicação da regulamentação de medidas, “procedimentos, condições e termos de acessos do novo Incentivo Extraordinário à Normalização da Atividade Empresarial e do Apoio Simplificado para Microempresas”, assim como as Medidas de Autoproteção que garantem “uma resposta adequada numa situação de emergência, limitando os riscos de incêndio”.