Home / MERCADO / Economia / Desvalorização de mais de 38% na Bolsa de Lisboa
Pharol caíu 98,8% nos últimos 10 anos | Foto: Distribuição.

Desvalorização de mais de 38% na Bolsa de Lisboa

Por: Mariana Barros Cardoso

A Bolsa de Lisboa sofreu uma desvalorização de mais de 38% nos últimos 10 anos e atrás de Portugal, ficam os mercados chilenos, ucraniano e grego, com uma baixa superior, nos valores de – 96,81%, -67,5% e -67,3%, respetivamente.

De acordo com a “Bloomberg” esta é a quarta pior performance a nível global, tendo Portugal, sido, um dos mais penalizados devido à crise da crise soberana, bem como outros países do perímetro do euro.

Contrariando as subidas históricas registadas pelos principais acionistas mundiais, o “Jornal de Negócios” revela a queda de mais de 38% de Portugal na Bolsa de Lisboa, tendo apenas três índices, caído mais que o PSI- 20, no mundo inteiro na última década.

O BCP é o único banco cotado na Bolsa de Lisboa que após as resoluções do BES e Banif, bem como a aquisição do BPI pelo CaixaBank, teve uma descida de 95% nos últimos 10 anos, ainda que a Pharol tenha caído 98,8%.