Home / Tecnologia / SOFTWARE / Tendências tecnológicas para as PME em SI: um balanço em tempos de Covid-19
Joana Dias, responsável de marketing do myBusiness365 (Foto: Divulgação)

Tendências tecnológicas para as PME em SI: um balanço em tempos de Covid-19

É inegável que a Covid-19 trouxe à sociedade portuguesa alterações profundas, como por exemplo o conceito de trabalho remoto, o conceito de comércio à distância, a aposta no marketing digital e a importância da comunicação e presença online.

Como responsável de marketing do software de gestão myBusiness365, Joana Dias partilha que “houve um enorme impacto no poder de compra e investimento das PME e uma consequente priorização das várias ações”.

“Converso com dezenas de empresas semanalmente e todas continuam a procurar formas de se organizarem melhor, de centralizarem a informação, de perderem menos tempo com processos e desejam tornar-se mais eficientes”, acrescenta.

A aposta da myPartner na conceção e desenvolvimento de soluções prontas a implementar e de lógica pay as you use surge em 2017. A empresa investiu na criação da marca myBusiness365, um umbrela para as soluções de gestão CRM e ERP dirigidas às PME portuguesas.

O lançamento desta solução para PME aparece numa lógica de antevisão daquilo que é a necessidade do mercado, nomeadamente a lógica cloud, com a independência de horário e de localização de trabalho, mas também indo ao encontro da procura das PME por soluções de rápida implementação, intuitivas, que deem resposta à substituição de vários ficheiros, de várias plataformas e que permita a centralização. Todos estes fenómenos ligados à tão falada “transformação digital”.

Na Europa, e a seguir à Itália, Portugal é o segundo país onde as pequenas empresas têm maior peso na economia. Segundo dados divulgados pelo Eurostat no final do ano passado, em 833.000 PME 99,3% são empresas de pequena dimensão.

“As empresas, independentemente do seu volume de faturação ou da sua dimensão, têm as mesmas necessidades: seja na gestão financeira, na logística, na gestão de projetos, na gestão de clientes, leads ou oportunidades, seja na integração com serviços de marketing automation, etc.Neste momento sabemos, por exemplo, que há uma grande tendência e procura de Power BI e de ferramentas relacionadas. Os gestores querem cada vez mais ter projeções do negócio em gráficos e de consulta rápida que permitam também acelerar decisões”, sublinha Joana Dias.

(Conteúdo patrocinado)