Home / Tecnologia / ECONOMIA / Talentia Software e Arca24 celebram aliança tecnológica
portátil
O software desenvolvido tem como base uma análise através do recurso a uma tecnologia de Inteligência Artifical (IA). (Foto: Pexels)

Talentia Software e Arca24 celebram aliança tecnológica

As duas empresas estabeleceram uma parceria com o objetivo de desenvolver um projeto digital conjunto de apoio ao processo de recrutamento da plataforma Talentia HCM.

A aliança entre a Talentia Software, líder no desenvolvimento de gestão de Recursos Humanos (RH) e financeiros, e a Arca24, especialista no recrutamento empresarial, tem como base a importância empresarial da gestão e digitalização de processos de RH, com recurso a uma tecnologia de apoio.

O objetivo passa por desenvolver a fusão entre os softwares das duas empresas, combinando as respetivas competências tecnológicas para integrar o processo de recrutamento. O resultado traduz-se numa única plataforma, composta por duas soluções informáticas com filosofias diferentes, que irá assegurar uma melhor experiência ao utilizador.

O software da Arca24 (Applicant Tracking System) é, assim integrado no da Talentia (Human Capital Management) para melhorar a fase de recrutamento através da publicação de anúncios em diversas plataformas de emprego, assegurando a qualidade de uma gestão de CV, que serão analisados através do recurso a um programa de Inteligência Artificial (IA).

A parceria com a Arca24 surge para responder às necessidades dos clientes e seguir as tendências do mercado, conforme afirma Miguel Vergamota, Country Manager da Talentia Portugal, acrescentando que a experiência da Arca24 neste setor é capaz de “melhorar e digitalizar os processos fundamentais do recrutador”, mostrando-se confiante de que “surgirão novas oportunidades de negócio através desta colaboração”.

Por sua vez, Gabriele Molteni, Chief Executive Officer da Arca 24, vê a Talentia Software com uma “excelente conotação tecnológica”, acreditando que o trabalho entre as duas empresas irá permitir “conseguir maiores sinergias, fazer economias de escala e, sobretudo, unir os pontos fortes de ambos”.